“Se você vai a um protesto e depois vai para casa, já fez algo. Mas aqueles que estão no poder podem sobreviver a isso. O que eles não suportam é pressão constante e crescente, organizações que não cessam, pessoas que seguem aprendendo com o que fizeram e fazendo melhor nas próximas vezes.”
Noam Chomsky

A Escola de Ativismo é um coletivo independente constituído em 2012 com a missão de fortalecer grupos ativistas por meio de processos de aprendizagem em estratégias e técnicas de ações não-violentas e criativas, campanhas, comunicação, mobilização, e segurança da informação, voltadas para a defesa da democracia, dos direitos humanos e da sustentabilidade.

O coletivo é formado por um grupo multidisciplinar de ativistas, que se organiza de maneira distribuída e não hierárquica, por meio de princípios orientadores em diversas regiões do Brasil.

Princípios Orientadores
Independência
financeira, política, pedagógica e operacional de empresas, sindicatos, governos, partidos políticos, bancos e igrejas.
Aprendizagem
pela ação ativista associada a uma base teórica consistente e uma diversidade de métodos
Horizontalidade
garantindo sua atuação por meio de múltiplas lideranças
Não-Violência
como princípio, tática e a prática política
Apartidarismo
que respeita a diversidade de posições políticas de seus integrantes desde que não conflite com sua missão
Colaboração
no desenvolvimento de seus processos internos e nas parcerias com outras organizações
Liberdade
para atuar sistematicamente direta ou indiretamente para a superação das diferentes formas de injustiças
Igualdade
para garantir a participação isonômica, de forma ampla e plural, independente de recursos financeiros
Compartilhamento
dos conhecimentos produzidos, prioritariamente por licenças livres
Transparência
das informações referentes aos seus processos e resultados, inclusive financeiros, como prestação de contas à sociedade
A ESCOLA EM NÚMEROS

PROJETOS

ATIVISTAS

ESTADOS

%

MULHERES

BAIXAR CARTA DE APRESENTAÇÃO

PDF