Resistências
Mobilidade ativa na Amazônia!
Campanha ativista de financiamento coletivo que investe no estímulo e conscientização de uso de modais ativos (bicicicleta, patins, etc) e plantio de mudas para aumentar a arborização nas ruas e praças de Manaus, para promover uma vida mais ativa e verde à nossa cidade.

Guia Prática de Estratégias e Táticas para a Segurança Digital Feminista
Uma guia prática de segurança digital para mulheres, especialmente as ativistas, e coletivos feminista, em português! A guia foi produzida pela Universidade Livre Feminista, CFEMEA – Centro Feminista de Estudos e Assessoria, Marialab, Blogueiras Negras e SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia.

Memória como resistência!
O Museum of Movements coleta e exibe projetos, vídeos, artes gráficas, buttons, programas de rádio, zines e artigos para acabar com a violência de gênero. E é colaborativo!

Organizações lançam relatório sobre violência de gênero na Internet, que será subsídio para discussões na ONU
Foi lançado no Fórum da Internet no Brasil, o relatório “Violências de Gênero na Internet: diagnósticos, soluções e desafios”, resultado de uma contribuição conjunta enviada à Relatora Especial da ONU sobre violência contra a mulher, que está fazendo um relatório sobre violência online.

Notícias, Artigos e Análises
Argentina bane grupos ativistas de encontro da Organização Mundial do Comércio
O governo da Argentina baniu a entrada de ativistas e pesquisadores do 11º encontro ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), que será realizado em Buenos Aires, de 10 a 13 de dezembro. A medida afeta especialistas de diferentes áreas, incluindo a de Direito digital. Organizações como o Derechos Digitales, baseado no Chile e trabalhando na América Latina, e a Rede Brasileira pela Integração dos Povos (Rebrip), no Brasil, afirmaram que receberam uma notificação informando que suas inscrições foram canceladas.

Estão te stalkeando para te dar um valor: mais uma do #ChupaDados
Seu acesso a crédito é determinado por critérios que vão muito além da grana que entra e sai da sua conta. Saiba como empresas financeiras stalkeiam suas informações online.

Megaeventos: um legado de vigilância
Pouco mais de um ano depois das Olimpíadas, são claras as mudanças feitas no sistema jurídico-institucional no sentido de ampliar as capacidades de vigilância do Estado. E tudo indica que o legado dessa série de eventos foi a construção de um sistema de vigilância cujo preço, eficiência e transparência é bastante questionável. Quem opera hoje esse sistema? Qual sua abrangência? De quais tecnologias dispõe? Existiu um balanço no sentido de assegurar também a privacidade e sigilo das comunicações? Quais são seus freios e contrapesos? Quais suas medidas de eficácia?

Um lugar para os robôs (nas eleições)
Imagens e concepções sobre robôs povoam nossa imaginação desde muito antes da Internet. Mas, recentemente, os “bots” das redes sociais tornaram-se foco das atenções. Relatos de que estes bots contribuíram para direcionar o discurso e o fluxo de informações de forma cirúrgica, influenciando eleitores, chamaram a atenção para o fato de que a presença de bots pode ter impactos muito concretos nas nossas vidas.

Universitários estão fazendo o que o Twitter se recusa a fazer: identificando bots [texto em inglês]
Uma dupla de jovens criou um projeto para identificar contas automatizadas no Twitter criadas para influenciar o debate público. Com as crescentes discussões envolvendo o uso de bots, bid data e manipulações, a empresa está sob fogo cerrado juntamente com o Facebook:

Uber revela vazamento de dados de 57 milhões de usuários
O presidente executivo do Uber, Dara Khosrowshahi, revelou que dados de 57 milhões de seus usuários em todo o mundo foram vazados em 2016, incluindo as informações pessoais e dados de habilitação de 600 mil motoristas.

Exército monitorando a Internet nas eleições é um risco à liberdade de expressão
Diversos veículos de mídia recentemente noticiaram uma parceria entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Exército para o monitoramento de conteúdos online durante as eleições de 2018 tendo como foco o combate às chamadas “notícias falsas” (fake news). A Coalizão Direitos na Rede – articulação que reúne dezenas de entidades da sociedade civil, organizações de defesa do consumidor, pesquisadores e ativistas – fez uma nota pública para manifestar preocupação com essa movimentação e apontar a necessidade de recolocar a discussão sobre o tema em outro patamar.

Juízes decidirão se policial pode vasculhar celular de acusado de crime
O celular está nos bancos dos réus da Justiça no Brasil e nos Estados Unidos. Em jogo, o equilíbrio entre a garantia da privacidade e do devido processo legal e, de outro lado, os poderes do Estado na investigação de crimes. O Supremo Tribunal Federal (STF) vai decidir se é lícita a produção de provas colhidas em celular encontrado em cena do crime, sem um mandado judicial específico. Já a Suprema Corte dos Estados Unidos terá de dizer se o acesso à localização dos celulares de um homem condenado por roubo respeitou as garantias da Quarta Emenda à Constituição do país.

Primeira evidência de que namoro on-line está mudando a natureza da sociedade [texto em inglês]
Os sites de namoro mudaram a forma como os casais se encontram. Agora, há evidências de que essa mudança está influenciando níveis de casamento inter-racial e até mesmo a estabilidade do próprio casamento.

Você é o produto.
“Em 2014, o New York Times fez as contas e descobriu que a humanidade vinha gastando, por dia, 39 757 anos coletivos no site. Jonathan Taplin assinala que isto equivale a “quase 15 milhões de anos de mão de obra gratuita por ano”.” Uma mudança nas declarações de intenção do Facebook reflete seus novos objetivos e alvos.

Espionagem no futebol também
Apuração da ESPN revela que uma pessoa foi contratada pelo Grêmio para filmar e fotografar treinos abertos e fechados de todos os adversários. Na Libertadores, no Brasileiro e na Copa do Brasil.

Google coleta seus dados de localização mesmo quando você desabilita a função no seu celular android [texto em inglês]
Google está coletando os dados de localização dos usuários de telefones android mesmo quando esses serviços estão desabilitados. Eles pegam os endereços das torres de celulares mais próximas e o resultado é a invasão de privacidade dos usuários. A Google se pronunciou afirmando que os dados nunca foram usados ​​ou armazenados, e que a empresa agora está tomando medidas para encerrar a prática [depois de ser contatado pelo Quartz]. No final de novembro, a empresa disse que os telefones Android não enviarão mais dados de localização da célula para o Google, pelo menos como parte desse serviço específico, que os consumidores não podem desabilitar.

Big Data e a espoliação algorítmica dos dados: novos meios para uma velha dominação
“A esquerda precisa perceber que, muito além de uma sofisticada ferramenta tecnológica, o Big Data pode representar contraditoriamente uma verdadeira ameaça, sutil e refinada, de renovada exploração e dominação da massa dos trabalhadores, a nível mundial.”

Contra “ameaças ocidentais”, Rússia lançará “internet independente” para países dos BRICS
“Todos sabemos quem é o administrador principal da internet global. E devido à sua volatilidade, temos que pensar sobre como garantir nossa segurança nacional”, afirmou Peskov. Não se trata de desconectar a Rússia da rede mundial de computadores, acrescentou, mas de “protegê-la de possíveis influências externas”

Projeto quer proteger dados de moradores da capital de SP
Vereadores do PSDB, PSD, PT e PSOL protocolaram ontem um projeto de lei na Câmara Municipal de São Paulo para tentar garantir a proteção de dados pessoais e da privacidade dos moradores da capital. A proposta estabelece diretrizes para o uso dos dados pela prefeitura, para impedir a comercialização e o uso das informações sem a permissão dos cidadãos.

Outros Boletins
O Meio
O Meio é uma newsletter, sai de segunda a sexta-feira e chega de manhã cedo ao seu email. A leitura demora menos de oito minutos. E todas as notícias essenciais do dia estão ali, concisas. Da política ao que estreia no Netflix.

The Intercept Brasil
As reportagens, produções das mídias independentes, dicas culturais, notícias e outras novidades do The Intercept Brasil.

Jobs
Quadro de oportunidades de emprego em vários locais do mundo.